• Sentimentos acontecem dos fatos

    Terra em chamas

    As montanhas, aquelas que me dão “bom-dia!” sempre quando acordo; aquelas geograficamente achatadas, que bem identificam o Planalto Central; pois bem, no início da tarde estavam sendo consumidas pelo fogo. Do vale que recorta as montanhas, uma fumaça densa dava a impressão que alcançava o céu… A intensidade da grande massa de fumo escuro me deu a impressão de ser as lágrimas desesperadas da terra, assinalando a própria localização, clamando por socorro. Mas certamente tal associação era a transferência do sentimento que em mim se alastrava em igual proporção: a tristeza pela destruição que os meus olhos assistiam. Impotente, eu apenas assistia… À noite, a fumaça conseguia se sobrepor à…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Para viver os muitos tons em sépia

    Acordei. É de praxe, enquanto o café faz o barulhinho característico deslizando pelo coador, eu olhar pela janela e a visão do horizonte, recortado de elevações assimétricas que definem o Planalto Central, me confirmar que é assim, por essa atitude, que a minha energia tem a força de uma reza. Despertar dentro de um novo dia passou a ser uma experiência a qual reverencio com progressivo entusiasmo. Dias majestosos são aqueles que se inauguram em plenitude, ou seja, não trazem vestígios anteriores (preocupações ou alegrias) e assim é possível valorizar a delicadeza da luz com que o sol afaga uma data que se estreia. Demorei muitos, demasiados anos, praticamente uma…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    O tempo que escorre dos dias

    Não dá para esse planeta chegar a um entendimento entre as pessoas, pois até mesmo na medição do passar do tempo não há uma unicidade. E isso, desde sempre. São numerosos os calendários dos quais se utilizam os povos para medir a vida em tempo. Na Mesopotâmia, surgiu o primeiro calendário, o Sumério: era dividido em 12 meses lunares, alternados em 29 e 30 dias, totalizando 354 dias. Depois, veio o Calendário Egípcio (11 mil anos a.C.) que media o tempo com base na agricultura, os tempos de plantio. Já o Calendário Maia estabelecia o mês em 20 dias e o ano em 260 dias. E a confusão não para…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    A aranha presa na sua própria teia

    Essas coisas que acontecem no campo das diferenças sempre me despertam a atenção. E ficar atento, nos dias de hoje, deveria ser medida universal, tipo roupa de bom caimento, que se veste independentemente do tamanho do que deve ser coberto. Afinal, são muitos os perigos. Mas, a começar por aí, existem pessoas atenciosas, pessoas distraídas, e outras que se desequilibram na miopia para que não lhe pese o uso de óculos. São diferenças intrigantes à disposição de quem as adota. Muito bem, então tá. Nunca captei, de forma bem assentada, o sentido da vida. No entanto, afirmar com cores definitivas que a vida não tem sentido, sempre rechacei por não…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    No quando cheguei por aqui

    Quando cheguei na cidade, naquele ano, distante trinta anos do agora, nem conseguia me lembrar a primeira vez que havia passado por ali. Era início de maio e a claridade daquela tarde, recém iniciada, espalhava sua intensidade por tudo, a ponto de doer os olhos, mas sugerindo que a vida, naquele momento, estava sendo inaugurada sem qualquer possibilidade de sombras. A luz impositiva indicava que o futuro estava à minha disposição, sem encruzilhadas, sem becos, sem retornos… uma estrada reta, iluminada, servindo aos passos que eu viesse a trilhar. Quando cheguei, eu me sentia aberto a quaisquer possibilidades de viver uma história de vida original. Um futuro a ser construído…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Lasquei-me

    Pois é, você nem conferiu se a minha pessoa correspondia à sua imaginação, em que proporção se davam as similitudes e as dessemelhanças. Mas não se preocupe também cometi muitos enganos e eles foram cadenciados, espalhados pelos intervalos que corresponderam às diferentes fases oscilatórias da minha vida. Hoje consigo identificar esse fluxo, mas nem por isto se tornaram raros, ou menos intensos, os meus equívocos. Acho que pioraram posto que a consciência da possibilidade de errar não emperra o impulso de levar a cabo certas ideias mal planejadas de uma mente criativa. Portanto, lasquei-me numerosas vezes… No tempo em que tinha gosto por escrever cartas, me pus à tarefa para…