• Frases que me detiveram

    Os Pilares do meu Futuro

    No início da pandemia as dramáticas possibilidades alimentavam o medo de vidas serem ceifadas na quantidade e na indiferença de quando varremos as formigas mortas após termos envenenado um formigueiro. Passado pouco tempo do início, quando a pandemia se instalou sem disfarces sobre a sua potencialidade letal, a prometida tragédia embruteceu o medo e passamos a contabilizar duas variáveis: o número de mortos que nunca mais seriam convivências próximas, e o número de dias, dia a dia, que conseguimos ludibriar o vírus escapando do contágio. Essa reflexão me levou a um pensamento de Valter Hugo Mãe no seu livro “Contra Mim”: “Que lástima termos de abdicar das pessoas passadas pela…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Excessos Involuntários

    Existem coisas que em si mesmas excedem. Por exemplo: meus olhos além de verem, juro que são capazes de sentir. Assim, educo meus sentimentos praticamente todos os anos na minha ida ao oftalmologista. Vou graduando, paulatinamente, meus sentimentos. Difícil afirmar quando serei diplomada – provavelmente nunca – porque sentimentos regulam nossa respiração. Meus olhos sentem as imagens que captam no arrepio dos fatos. Os meus queridos, um dia fotografados, estão em vigília, emoldurados sobre as prateleiras da biblioteca e me inspiram a certeza de que tudo dará certo, com intensidade maior de quando a alegria – que ainda repercute nos meus olhos – ficou impressa no papel. Já aquele ser…

  • Saltaram dos livros e vieram para cá

    Se a coisa é boa a gente oferece a quem queira

    Pois é, comecei enaltecendo “O Arroz de Palma” (2008) e agora não sei como qualificar mais três obras geniais do Francisco Azevedo: “Doce Gabito” (2012), “Os Novos Moradores” (2017) e “A Roupa do Corpo” (2020). A dificuldade reside em querer identificar qual é o melhor. Não tenho como dar preferência a um sem administrar a injúria com relação aos que, injustamente, forem preteridos. Mesmo porque a temática presente em todos é a família. Famílias com suas afinidades, suas idiossincrasias, seus disparates, suas inverdades… Famílias distintas que ao lidarem com seus sobrenomes vão lançando redes que uma vez recolhidas nos trazem o que de humanidade existe neste temperamental planeta. O que…

  • Saltaram dos livros e vieram para cá

    O Arroz de Palma

    Sussurra a crença popular que o nominado “inferno astral” precede em alguns dias (em torno de uma semana) a data do aniversário. Sempre desconfiei que se o determinismo confirmasse tal hipótese, eu teria que acreditar que o destino mergulha na crueldade e respinga na gente turbulências indesejáveis às vésperas de uma data sempre comemorativa. Não precisamos de nenhuma agrura para que o aniversário venha nos resgatar. Principalmente agora, já que a perplexidade nos acumula de catástrofes planetárias. Ao menos este ano a crença não se confirma. Até agora, no que me diz respeito, já tive muitas alegrias e sentimentos de gratidão na eminência de inaugurar um novo ciclo. Dentre tais…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Para sempre, Seu Alfredo

    Há dezesseis anos conheci o Seu Alfredo. Em 2005 ele era corretor e morador no Condomínio onde vim também a morar a partir dos serviços profissionais dele. Não sei exatamente como cheguei até ele, ou quem me o indicou. Só sei que a cada casa que ele me mostrava, que naquele tempo eram muitas, eu só dizia “não tem vista”, “não tem vista”. Até que ele já cansado das minhas recusas disse: “pois bem, se é vista que você quer, me siga”. Subimos uma rua sem saída e perto do final, ele parou o carro em frente a um portão tipo fazenda, todo de madeira que fechava aproximando duas metades.…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Aos muitos que dependem da nossa saudade

    Por uma questão didática podemos imaginar uma caixa d´água que, gota a gota, fosse dispensando o líquido sem nenhum tipo de reposição, e um belo dia nos surpreendêssemos ao dar conta que a caixa d´água está vazia. São fenômenos que vão acontecendo mansamente, sem alarde, com uma nociva timidez, tecendo suas amarguras na distração de quem deverá suportá-las. É assim que muitos tipos de câncer se instalam. Os mais cuidadosos convivem com o câncer desde muito cedo, desde quando estabelecem rotinas preventivas. Ou seja: ao tempo que evitam o convívio do mal, se permitem dialogar com ele. A perda da fé talvez escorregue da vida com a mesma discrição. É…