• Saltaram dos livros e vieram para cá

    Se a coisa é boa a gente oferece a quem queira

    Pois é, comecei enaltecendo “O Arroz de Palma” (2008) e agora não sei como qualificar mais três obras geniais do Francisco Azevedo: “Doce Gabito” (2012), “Os Novos Moradores” (2017) e “A Roupa do Corpo” (2020). A dificuldade reside em querer identificar qual é o melhor. Não tenho como dar preferência a um sem administrar a injúria com relação aos que, injustamente, forem preteridos. Mesmo porque a temática presente em todos é a família. Famílias com suas afinidades, suas idiossincrasias, seus disparates, suas inverdades… Famílias distintas que ao lidarem com seus sobrenomes vão lançando redes que uma vez recolhidas nos trazem o que de humanidade existe neste temperamental planeta. O que…

  • Saltaram dos livros e vieram para cá

    O Arroz de Palma

    Sussurra a crença popular que o nominado “inferno astral” precede em alguns dias (em torno de uma semana) a data do aniversário. Sempre desconfiei que se o determinismo confirmasse tal hipótese, eu teria que acreditar que o destino mergulha na crueldade e respinga na gente turbulências indesejáveis às vésperas de uma data sempre comemorativa. Não precisamos de nenhuma agrura para que o aniversário venha nos resgatar. Principalmente agora, já que a perplexidade nos acumula de catástrofes planetárias. Ao menos este ano a crença não se confirma. Até agora, no que me diz respeito, já tive muitas alegrias e sentimentos de gratidão na eminência de inaugurar um novo ciclo. Dentre tais…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Para sempre, Seu Alfredo

    Há dezesseis anos conheci o Seu Alfredo. Em 2005 ele era corretor e morador no Condomínio onde vim também a morar a partir dos serviços profissionais dele. Não sei exatamente como cheguei até ele, ou quem me o indicou. Só sei que a cada casa que ele me mostrava, que naquele tempo eram muitas, eu só dizia “não tem vista”, “não tem vista”. Até que ele já cansado das minhas recusas disse: “pois bem, se é vista que você quer, me siga”. Subimos uma rua sem saída e perto do final, ele parou o carro em frente a um portão tipo fazenda, todo de madeira que fechava aproximando duas metades.…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Aos muitos que dependem da nossa saudade

    Por uma questão didática podemos imaginar uma caixa d´água que, gota a gota, fosse dispensando o líquido sem nenhum tipo de reposição, e um belo dia nos surpreendêssemos ao dar conta que a caixa d´água está vazia. São fenômenos que vão acontecendo mansamente, sem alarde, com uma nociva timidez, tecendo suas amarguras na distração de quem deverá suportá-las. É assim que muitos tipos de câncer se instalam. Os mais cuidadosos convivem com o câncer desde muito cedo, desde quando estabelecem rotinas preventivas. Ou seja: ao tempo que evitam o convívio do mal, se permitem dialogar com ele. A perda da fé talvez escorregue da vida com a mesma discrição. É…

  • Saltaram dos livros e vieram para cá

    A Sombra do Vento

    A primeira vez que li um livro de Carlos Ruiz Zafón foi no ano passado, graças ao presente que me foi oferecido por meu irmão, cujo título foi “A Cidade de Vapor”. Fiquei impressionada com a maestria do Autor no emprego das palavras. Dotado de um estilo que me obrigou a ficar agarrada ao livro até que concluísse a leitura da sua última página. Também me impressionei, desta vez negativamente, por ter levado praticamente toda a minha existência para vir a conhecer, quase que acidentalmente, uma obra de sua lavra. Zafón foi um escritor espanhol que veio a falecer no ano passado (2020) em sua residência em Los Angeles, vítima…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    Honra da Palavra

    A honra das palavras repousa no sentido que a elas pertence. Distorcer-lhes o sentido é infração grave sem qualquer possibilidade de remição de pena. Questão muito perigosa que nos leva ao risco de ultrajes frequentes. Se você se posicionar equivocadamente com relação ao honrado sentido de algumas palavras terá que se arrastar, sem perdão, pelos porões inóspitos do incompreensível. E para isso, basta trocar um minúsculo fonema. A título de exemplos: Para você medir o comprimento de um cumprimento recebido, terá que lidar com o seu volume de afetividade. Para você retificar um erro, terá que ratificar o engano cometido. A elegância na descrição de uma pessoa está comprometida com…