• Saltaram dos livros e vieram para cá

    A Sombra do Vento

    A primeira vez que li um livro de Carlos Ruiz Zafón foi no ano passado, graças ao presente que me foi oferecido por meu irmão, cujo título foi “A Cidade de Vapor”. Fiquei impressionada com a maestria do Autor no emprego das palavras. Dotado de um estilo que me obrigou a ficar agarrada ao livro até que concluísse a leitura da sua última página. Também me impressionei, desta vez negativamente, por ter levado praticamente toda a minha existência para vir a conhecer, quase que acidentalmente, uma obra de sua lavra. Zafón foi um escritor espanhol que veio a falecer no ano passado (2020) em sua residência em Los Angeles, vítima…

  • Saltaram dos livros e vieram para cá

    Vidas Provisórias

    O elemento principal de um repórter é o fato. O fato em si é consequência de uma escalada de circunstâncias que gravadas no tempo promovem o surgimento de uma realidade histórica. Fatos históricos não são sentimentais (eles cabem num enunciado e se ancoram em datas de início e término,), mas conseguem apaixonar aqueles que por eles se interessarem. Apaixonar, aqui, no sentido de atacar ou defender, a depender dos sentimentos que despertam. “Vidas Provisórias” é um romance escrito por um repórter. Nem sempre a junção da literatura com a reportagem consegue bons resultados. Mas Edney Silvestre conseguiu excelência, independente do ângulo em que se debruce a análise crítica. As negociações…