• Sentimentos acontecem dos fatos

    O tempo que escorre dos dias

    Não dá para esse planeta chegar a um entendimento entre as pessoas, pois até mesmo na medição do passar do tempo não há uma unicidade. E isso, desde sempre. São numerosos os calendários dos quais se utilizam os povos para medir a vida em tempo. Na Mesopotâmia, surgiu o primeiro calendário, o Sumério: era dividido em 12 meses lunares, alternados em 29 e 30 dias, totalizando 354 dias. Depois, veio o Calendário Egípcio (11 mil anos a.C.) que media o tempo com base na agricultura, os tempos de plantio. Já o Calendário Maia estabelecia o mês em 20 dias e o ano em 260 dias. E a confusão não para…

  • Sentimentos acontecem dos fatos

    A aranha presa na sua própria teia

    Essas coisas que acontecem no campo das diferenças sempre me despertam a atenção. E ficar atento, nos dias de hoje, deveria ser medida universal, tipo roupa de bom caimento, que se veste independentemente do tamanho do que deve ser coberto. Afinal, são muitos os perigos. Mas, a começar por aí, existem pessoas atenciosas, pessoas distraídas, e outras que se desequilibram na miopia para que não lhe pese o uso de óculos. São diferenças intrigantes à disposição de quem as adota. Muito bem, então tá. Nunca captei, de forma bem assentada, o sentido da vida. No entanto, afirmar com cores definitivas que a vida não tem sentido, sempre rechacei por não…