• Sentimentos acontecem dos fatos

    Justiça para quem?

    Não conheço ninguém que ao longo da vida tenha prescindido dos serviços de um advogado. Claro está que precisar de um advogado não significa, necessariamente, possibilidade de contratação dos serviços relacionados à profissão. E aí acontece uma das injustiças, que considero das mais torpes, relacionada com a própria Justiça: como pagar um advogado quando os custos são exorbitantes e jamais acessíveis a todos os seres humanos necessitados de representação junto a uma corte de Justiça. A Justiça é cega, mas eu complemento com vários outros substantivos a ela aplicáveis. Vou recorrer apenas a um: a Justiça é cega e transgressora. Com muita frequência ela puxa a venda dos olhos para…