Sentimentos acontecem dos fatos

Para você que vai chegar…

Alguns afirmam que será sob a regência de Câncer, outros apostam que a sua chegada abraçará o brilho de Leão. Eu tenho certeza que você virá na plenitude do signo da esperança acendendo a ternura, iluminando os porões, reeducando os sonhos na direção do amor.

Pode ser menino. Pode ser menina. O que importa é que eu possa sempre te reconhecer pelo brilho dos olhos e no largo sorriso que distinguem aqueles que interagem na vida com o respeito e afinidade que fazem a melodia e a poesia permanecerem em nós como uma canção recorrente pela beleza da harmonia.

Nós, os muitos que já te amamos antes mesmo de te acolher em nossos braços, precisamos, com a urgência de quem oferece uma desculpa, te informar que este mundo que o receberá não anda lá muito bem das pernas. Mas eu fico torcendo para que a rotação se aproprie de um ritmo que permita ao mundo uma respiração suave, e assim você não precise lidar com as incalculáveis expressões de violência que nos obrigam a desviar corpo e alma para permanecermos atuando na convicção de que podemos lhe entregar um mundo melhor.

Algumas pessoas especiais que gostaríamos que você as conhecesse se despediram de nós antes da sua anunciação. Mas ficaram fotografias e relatos que quando transmitidos, permitirão que você recolha os fragmentos mais valiosos dos muitos que desbravaram, com habilidades das mais variadas, todos os caminhos para que neste ano de 2013 sua presença justifique o tempo que a memória nos permitiu conservar. Além das pessoas também existiram aqueles animais que enfeitaram as nossas vidas com um afeto especial e que também nos prepararam para a construção desse amor que agora podemos te oferecer.

Saber que você está bem próximo consegue irradiar em nós uma vontade danada de fazer tudo de mais bonito e de melhor. Preparar a casa com a leveza de uma alma conduzida pelo amor e espalhar pela natureza todas as sementes que nos trarão frutos e flores capazes de alimentar e alegrar todos os caminhos que orientarão a sua existência. Até aquele cansaço que vem se acumulando nos ensaios de quando depositamos equivocadamente nossas energias em assuntos impermeáveis à luz, parece ter se desgrudado da gente no exato momento em que fomos comunicados da sua proximidade.

Que você chegue e se instale com muito conforto na incondicionalidade do nosso amor, revigorado e inundado de uma gratidão que vem da felicidade de estarmos aqui dispostos a lhe retribuir todo o encanto que a sua vida já se alastrou na nossa.

Sua tia-avó,

Vera Menezes

8 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *